Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Chuva

A chuva tem sabor verde.

O verde tem tom de verde sob a chuva.

 

Há dias que dizem cinzentos.

E de cinzas se cobre o céu e o ar.

Insiste neste tom pardo o dia que vai avançando.

Tom pardacento, como pardal molhado neste dia de Abril.

 

Nasceu envolto em névoa. E de névoa se cobriu.

Desatou em brados altos, em pingos de grossa chuva.

O dia que quis ser cinza.

A cinza que se fez dia.

Como de fogueira apagada, as cinzas soltas ao vento.

 

Eu vi.

 

Vi a chuva que caía em tom verde sobre os campos.

Para mim, a chuva é verde. O dia, verde também...

 

Sob a chuva deste rio, o rio é verde também.

 

Amanhã, buscarei o azul...

 

Hoje não. Apenas verde...

 


Desabafos de alemvirtual às 16:46
link do post | Deixe o seu comentário | favorito
Domingo, 4 de Abril de 2010

Fugindo de Mim

Agora não. Talvez depois.

 

Tecem-se histórias em palavras. Histórias feitas de encontros e desencontros. Criam-se lendas de caminhos. Fugitivos que desertam da realidade enganosa e se perdem na fantasia.

"Creio no incrível, nas coisas assombrosas, na ocupação do mundo pelas rosas" (Natália Correia). E assim se criam lendas e histórias de seres que fogem para lá da escuridão.

 

Era uma vez...

Sim. Não, não era uma vez. Foi. Foi uma vez. Uma única vez, como únicas são as divagações dos loucos. Passes de magia.  E nesse mundo de loucura, os delírios encontram não fantasmas, mas realidades corpóreas, entendíveis à margem da sua razão. E, nessa vez, dois seres fugiam. Um de si. O outro para si. Tropeçaram um no outro como trôpegas criaturas. E ali ficaram, olhando o horizonte que emergia em nunvens de ternura. Ajardinaram a estepe agreste em canteiros feitos de sonhos.

Como era belo esse mundo de loucura.

 

Agora não. Talvez depois.

 

Talvez os seres tenham um nome. E a história um princípio e um fim.

E perdure no tempo como lendas de ternura. Fugitivos que à noite se encontram, sem rumo certo. Fugindo apenas.

 

Agora NÃO.

 


Desabafos de alemvirtual às 18:12
link do post | Deixe o seu comentário | favorito

Pedaços de mim


Sou...

Outras almas amigas

. 10 seguidores

pesquisar

 

Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Desabafos...

A minh´alma não é mais qu...

Zita

Silêncio da noite

Uma gaiola como tantas ou...

As minhas preocupações pa...

Missa em memória da Marga...

Memórias - Margot

Mais perto do céu

Mensagem para uma noiva

Quando a saudade bate

Outras páginas de vida...

Janeiro 2014

Março 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

SAPO Blogs

subscrever feeds